Imagens mostram aglomeração, boate lotada, festas clandestinas e desrespeito ao distanciamento social

Polícia Militar disse que não foi acionada para o evento. No Rio, prefeitura fechou três festas clandestinas nas zonas Norte e Oeste. Festas clandestinas continuam no RJ O Rio de Janeiro registrou mais um fim de semana de festas clandestinas, aglomeração e pessoas desrespeitando as regras de distanciamento social. Imagens publicadas em redes sociais mostram muita gente do lado de fora de uma boate em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Dentro do estabelecimento, show, DJ e nenhum distanciamento em plena pandemia de Covid. A Polícia Militar disse que não foi acionada para o evento. A produção do Bom Dia Rio pediu um posicionamento do Ministério Público, da Polícia Civil e da Prefeitura de Duque de Caxias, mas até a publicação desta reportagem não tinha obtido resposta. Fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública fecham festa com 300 pessoas em Madureira, na Zona Norte do Rio Reprodução/ TV Globo Já em Madureira, na Zona Norte do Rio, uma festa clandestina foi fechada pela prefeitura na noite de domingo (1º). Fiscais da Secretaria de Ordem Pública (Seop) disseram que o bar onde a festa acontecia tinha 300 pessoas. Além da aglomeração, os protocolos da Vigilância Sanitária também foram desrespeitados. A maioria das pessoas não usava máscara. Outras duas festas clandestinas também foram fechadas pela prefeitura no domingo (1º). Uma na Ilha dos Pescadores, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. E outra num sítio na Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, também Zona Oeste.

Imagens mostram aglomeração, boate lotada, festas clandestinas e desrespeito ao distanciamento social

Polícia Militar disse que não foi acionada para o evento. No Rio, prefeitura fechou três festas clandestinas nas zonas Norte e Oeste. Festas clandestinas continuam no RJ O Rio de Janeiro registrou mais um fim de semana de festas clandestinas, aglomeração e pessoas desrespeitando as regras de distanciamento social. Imagens publicadas em redes sociais mostram muita gente do lado de fora de uma boate em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Dentro do estabelecimento, show, DJ e nenhum distanciamento em plena pandemia de Covid. A Polícia Militar disse que não foi acionada para o evento. A produção do Bom Dia Rio pediu um posicionamento do Ministério Público, da Polícia Civil e da Prefeitura de Duque de Caxias, mas até a publicação desta reportagem não tinha obtido resposta. Fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública fecham festa com 300 pessoas em Madureira, na Zona Norte do Rio Reprodução/ TV Globo Já em Madureira, na Zona Norte do Rio, uma festa clandestina foi fechada pela prefeitura na noite de domingo (1º). Fiscais da Secretaria de Ordem Pública (Seop) disseram que o bar onde a festa acontecia tinha 300 pessoas. Além da aglomeração, os protocolos da Vigilância Sanitária também foram desrespeitados. A maioria das pessoas não usava máscara. Outras duas festas clandestinas também foram fechadas pela prefeitura no domingo (1º). Uma na Ilha dos Pescadores, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. E outra num sítio na Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, também Zona Oeste.